ECOANDO ON LINE
   DEFINE MUITO BEM O NOSSO BRASIL

 

Do Muito E Do Pouco

Compositor(es): Oswaldo Montenegro

 

Se em terra de cego quem tem um olho é rei imagine quem tem os dois
Se em terra de cego quem tem um olho é rei imagine quem tem os dois

É muito quadro pra uma parede
É muita tinta pra um só pincel
É pouca água pra muita sede
Muita cabeça pra um só chapéu
Muita cachaça pra pouco leite
Muito deleite pra pouca dor
É muito feio pra ser enfeite
Muito defeito pra ser amor
É muita rede pra pouco peixe
Muito veneno pra se matar
Muitos pedidos pra que se deixe
Muitos humanos a proliferar



Escrito por ROBSON às 09h47
[] []


 
   MOLHO MARINARA

 


6 xicaras de tomates descascados ou 500 gramas de tomates sem pele, enlatados
¼ de xicara  de manteiga
2 colheres (sopa) de extrato de tomate
6  colheres (sopa) de óleo de oliva
1  colher (sopa) de orégano
8 filés de anchovas picados
sal e pimenta-do-reino
3 dentes de alho
1 ramo de salsa


Misturar o óleo e a manteiga numa panela e levar ao fogo. Juntar o alho e a salsinha picados. Cozinhar em fogo baixo por 5 minutos e adicionar a pimenta. Escorrer os tomates, picar e acrescentar ao óleo juntamente com o orégano. Continuar cozinhando em fogo baixo por 30 minutos. Adicionar as anchovas e o extrato de tomate. Misturar bem e retirar do fogo. Verificar o sal e, se necessário, acrescentar mais. (lembre-se que as anchovas já são salgadas).



Escrito por ROBSON às 17h53
[] []


 
   MENOR SABE DAS COISAS?

 

DI MENOR

 

Robson Ferreira Glória

 

 

            Caminhoneiro preso por abuso sexual de menor. A garota em questão era uma jovem de 16 anos, que se prostituía em um posto de gasolina à beira da estrada.

 

            Menor (17 anos), primo do goleiro Bruno, pode pegar de dois meses a três anos de internação, mas, provavelmente, a pena deve ser convertida em prestação de serviços sociais.

 

            Adolescente de 17 anos é parado em blitz, tem carro apreendido, e pai vai responder a inquérito por permitir que o filho dirigisse. Obs.: o garoto pegou o carro escondido dos pais.

 

            TRE espera comparecimento recorde de eleitores facultativos às urnas em Outubro. Para quem não sabe, eleitor facultativo é aquele que já passou dos 70 anos ou que se encontra na faixa de idade entre 16 e 18 anos. Segundo porta voz, os jovens brasileiros, com idade inferior a dezoito anos, estão mais amadurecidos politicamente e devem comparecer em massa às próximas eleições.

 

            O que é que tem de errado nos quatro primeiros parágrafos deste texto? Para alguns, provavelmente nada. Para mim, tudo.

 

            Seviciar, deflorar, abusar, prostituir são atos deploráveis por si só, independente da idade da vítima, e devem ser combatidos.  O abuso sexual e a prostituição infantil devem ser classificados como crime hediondo e levar à cadeia quem pratica e quem facilita. Mas será que fazer sexo com uma mulher de dezesseis anos que se prostitui, é caso de prisão?

 

            E quanto ao menor envolvido no desaparecimento de Eliza Samudio, deve realmente ter os mesmos privilégios concedidos a uma criança de doze anos? Aos dezessete ele é alguém suscetível a manipulações e não pode ser responsabilizado por seus atos, apenas por ter esta idade? Dezessete anos, onze meses e vinte e nove dias não pode ser responsabilizado criminalmente, mas, um dia depois pode?

 

            Ter consciência do erro e, em vista disto, tomar uma atitude às escondidas, é ato de alguém que não tem capacidade para responder por seus atos? Será que a irresponsabilidade do adolescente que roubou o carro é fruto de sua idade ou de seu caráter?

 

            Pois é, no Brasil ainda convivemos com uma tremenda ambiguidade legal. Estes mesmos jovens brasileiros, que, assim como os citados acima, não tem discernimento e personalidade formada suficientemente para praticarem sexo, responder por seus crimes ou dirigir, são os mesmos esperados nas urnas em outubro para eleger o presidente da Republica Federativa do Brasil. Daí me vem a pergunta, escolher políticos e neles votar é algo tão fácil que não precisamos de gente com personalidade formada para isto? Será que é conveniente para os candidatos que pessoas relativamente incapazes possam fazer parte da turba desvairada que irá elegê-los? Ou será que nós vivemos em um país que tem uma legislação de dois pesos e duas medidas, que muda à mercê da vontade dos legisladores? Para mim as três perguntas se fundem e se tornam uma só.

 

            A resposta a elas, deixo a cargo de cada um, contudo, entendo que política é coisa séria. Portanto, alguém amadurecido politicamente é alguém capaz de responder por todos os seus atos.

           

           



Escrito por ROBSON às 16h34
[] []


 
   HOMENAGEM AOS PAIS

 

SER PAI

 

Robson Ferreira Glória

 

 

     Ser pai é um momento muito especial na vida de um homem. Lembro-me como se fosse hoje, quando pela primeira vez ouvi minha esposa dizer: Você vai ser pai. Emoção indescritível que se repetiu, cinco anos depois, com a mesma intensidade. Não posso comparar a emoção do pai com a da mãe, apenas pelo fato de ser ela que tem o prazer de carregar aquela nova vida na barriga por nove meses. Mas, ser pai é tão especial, tão gratificante, que nossa emoção não fica devendo muito à delas.

 

     Ser pai é ter a chance de se apaixonar tantas vezes quantas forem as barrigonas da esposa (barrigona de gravidez, claro). É amar outra gatinha sem provocar ciúmes na esposa, quer dizer, mais ou menos. É poder amar a outro homem, sem ser tachado de homossexual. E eu passei por esta emoção duas vezes. Primeiro com a Aline e depois com o Lucas.

 

     Ser pai não é esperar presentes materiais no dia que lhe é dedicado. O presente que um pai mais quer é ver a vitória de suas crias, é saber que, bem ou mal, cumpriu a missão que lhe foi destinada e presenciar o sucesso de seus filhos amados.

 

     Ser pai é ter a oportunidade de deixar um legado moral e ético. O pai carrega consigo a responsabilidade de ensinar, acompanhar, orientar e direcionar. Cabe ao pai a missão de ser o exemplo para seus filhos, sem lhes impor nada, de como as coisas devem ser feitas ou, em alguns casos, de como não devem. Cabe a esse cara mostrar aos seus filhos que a vida dele pode, e deve ser tomada como fonte de referência à deles, não para ser copiada, nem para que eles vivam à sombra do pai. O que eles devem fazer é tirar proveito dos acertos dele e tentar supera-los e, principalmente, perceber os erros do velho pai e procurar nunca repeti-los. A missão dos filhos é aprenderem tudo o que puderem com seu pai e serem, para seus próprios filhos, pais e mães melhores.

 

     Ser pai, finalmente, é ser humano, e como tal, cometer erros de todas as formas a qualquer tempo, afinal a vida dele também é um eterno aprendizado. E que os filhos tenham certeza de que quando o pai erra, ele está tentando acertar. E que independente de qualquer coisa, amor, ele sempre terá para dar aos filhos, e esse amor é incondicional, sempre.



Escrito por ROBSON às 15h48
[] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, BELO HORIZONTE, MINAS BRASIL, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Informática e Internet, Música

HISTÓRICO



    OUTROS SITES
     UOL - O melhor conteúdo
     BOL - E-mail grátis
     NOSSO PLANETA SAÚDE


    VOTAÇÃO
     Dê uma nota para meu blog!